Educação Ambiental - Criando o Futuro

Inclusão social, capacitação para atividades produtivas, ecologicamente corretas e geração de renda

O Projeto Criando o Futuro foi realizado entre 2007/2008 com o objetivo de promover a inclusão social através de ações de capacitação para atividades produtivas, ecologicamente corretas e voltadas para a geração de renda e de oportunidades de trabalho. Foram capacitados 400 moradores da região de Itaboraí/RJ.

Os temas abordados nas aulas foram os seguintes:  

  • - Viveirismo e Reflorestamento: capacitando os comunitários para o trabalho em equipe, voltado para o tratamento e plantio de sementes de árvores nativas, cultivo de mudas e plantio em campo (220 horas);
  • - Artesanato: qualificando os comunitários com técnicas de produção artesanal em decupagem, craquelê, biscuit e nas que utilizam a matéria prima local como plásticos recolhidos no lixo, bambus, fibras de bananeira, escamas de peixe, topiaria e jornais (210 horas);
  • - Animais Peçonhentos: apresentando contextualização teórica e prática de reconhecimento, prevenção, captura e soltura de animais venenosos e peçonhentos, onde os alunos também aprendem a importância ecológica destes animais na natureza 18 horas);
  • - Saúde da Família: discussão teórica e prática na orientação das famílias para a adoção de atitudes visando a prevenção de doenças (40 horas);
  • - Economia Doméstica: disseminação de técnicas de planejamento familiar objetivando a redução de desperdícios, assim como o controle financeiro (12 horas);
  • - Cidadania, Direitos e Deveres: buscando resgatar o sentido da cidadania como consciência e exercício dos direitos civis e políticos (40 horas).

- Oficinas e cursos de curta duração como requisitos complementares às atividades de viveirismo e artesanato. Trazendo, de uma forma prática, a orientação sobre os procedimentos e técnicas de primeiros socorros e no uso de equipamentos de proteção individual (EPI)

O projeto foi patrocinado pela Petrobras e realizado em parceria com o Centro de Integração do COMPERJ.